Translator

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, dezembro 22, 2011

JIMMY CLIFF


















------------------------------------------------------------------------------
Jimmy Cliff, nome artístico de James Chambers,nasceu em Somerton,Jamaica,em 1 de abril de 1948, é um músico do reggae. Com apenas 14 anos, Jimmy Cliff já tinha lançado no seu país natal um sucesso de vendas, o single "Dearest Beverly", a que se seguiram diversas canções que nos anos seguintes escalaram os tops jamaicanos. Com 16 anos, Jimmy (então vocalista de uma banda reggae chamada The Dragonaires) fez uma digressão nos Estados Unidos da América com a ajuda do governo jamaicano e foi aí que o jovem cantor chamou a atenção de um produtor de música ligado à editora Island Records. Este, em 1965, acabou por levá-lo para Inglaterra. No entanto, o primeiro álbum gravado nas ilhas britânicas, Hard Road to Travel, que foi lançado em 1967, teve um êxito relativo. No ano seguinte, o cantor fez uma digressão no Brasil, país onde compôs "Wonderful World, Beautiful People", tema que viria a ser o seu primeiro êxito internacional. O segundo álbum, Wonderful World (1969), foi aclamado pela crítica e contribuiu para a definição de uma base de seguidores considerável. Em finais de 1969, Jimmy Cliff regressou à Jamaica e gravou "Many Rivers to Cross". No entanto, a carreira de Jimmy Cliff sofreu alguns revezes quando tentou, nomeadamente em 1971, dedicar-se mais à música pop em detrimento do reggae, como foi o caso do álbum Another Cycle. Ainda nesse ano, faleceu o seu amigo e colaborador de sempre Leslie Kong, que havia composto com ele os êxitos da carreira de Cliff. O realizador jamaicano Percy Henzell, inspirado no tema "Many Rivers to Cross", escolheu Jimmy para interpretar o papel principal no filme The Harder They Come, onde fez o papel de um traficante de droga. Este filme, estreado em 1973, acabou por tornar o jovem cantor numa estrela de nível internacional, já que, graças à trilha sonora, divulgou músicas como "You Can Get It If You Really Want" e "Many Rivers To Cross". É o menos compreendido de todos os grandes mestres do reggae, tendo sido acusado de abandonar as origens rastas, porém é respeitado por ter sido o primeiro a abrir as portas do sucesso ao reggae na Europa e no resto do mundo.  Seu ingresso no mundo da música revela um dado curioso: Leslie Kong, proprietário de uma loja de discos, fez sucesso como produtor investindo exatamente no garoto Jimmy. Mais tarde, o mesmo Kong teria o privilégio de encaminhar Bob Marley para a sua primeira gravação. Cliff alcançou notoriedade fora da ilha por sua participação no filme The Harder They Come, produzido pela gravadora Island e protagonizado por ele e seus compatriotas Desmond Dekker, The Maytals e Melodians (os dois últimos, grupos vocais que, assim como o muçulmano Cliff, faziam uma celebração da vida mais suave e menos politizada que os Wailers).  Retratando o cotidiano dos adolescentes pobres de Trench Town, os rude boys, o filme foi mais uma arma da Island para difundir o reggae pelo mundo. Tal investimento nem seria necessário: o reggae conquistaria a ilha colonizadora mais cedo ou mais tarde.  Para Cliff a oportunidade não poderia ter sido melhor. Apesar do fracasso comercial, o filme fez muito mais por seu marketing pessoal que a outra arma da Island: uma visita quase que anônima ao Brasil ainda em 1969 para participar do Festival Internacional da Canção (FIC).  Em 1980 excursionando com Gilberto Gil, lotou todos os auditórios onde pisou. Quatro anos depois ele repetiu a façanha sozinho, em um ginásio em São Paulo, e no programa do Chacrinha. Em 1990 Cliff participou do primeiro CD do Cidade Negra, na música Mensagem, feita por Ras Bernardo. Em 1991 gravou na Bahia, em Salvador, o CD Breakout, lançado em 1992. O disco contou com as participações de Olodum na música "Samba Reggae" e Araketu nas músicas "Breakout" e "War a Africa". Em 1993 ele regravou "I Can See Clearly Now", de Johnny Nash, para a trilha do filme Jamaica Abaixo de Zero. Em 1997 ele esteve também no acústico dos Titãs cantando "The Harder They Come", recriada numa versão em português, "Querem Meu Sangue".  Em 1999 Jimmy participou do CD do grupo Olodum. Dos artistas de reggae, Jimmy é o mais (talvez o único) influenciado pela MPB. Várias de suas canções revelam esta identidade. Músicas como "Sittin' In Limbo", "Rebel In Me", "Wonderful World, Beautiful People", foram compostas aqui mesmo em suas vindas ao Brasil. Ainda que a familiaridade com o Brasil seja grande o bastante para promover esta interação, Cliff sempre esteve à vontade para cruzar o reggae com outros gêneros.  Ainda em 1964, ele deixou a Jamaica para ser cantor de Soul na Inglaterra; no começo dos anos 1980, enveredou pelos lados do funk e do pop. Sempre se preocupou em renovar suas influências, extraindo do pop mundial o amálgama para catalisar uma comunhão das linhagens que circundam o universo negro.    Jimmy Cliff entrou então num período de menor êxito e até 1975 compôs algumas canções que ainda fizeram furor nos tops, como foram os casos de "Under the Sun, Moon and Stars", "Struggling Man" e "House of Exile". No entanto, Jimmy Cliff não conseguiu tornar-se na estrela máxima do reggae, papel que foi entretanto assumido por Bob Marley. Depois de algumas mudanças de editora, lançou The Power And The Glory (1983), em colaboração com os Kool & The Gang e o disco foi nomeado para um grammy. Ganhou esse galardão dois anos mais tarde, com Cliff Hanger. Em 1986, tentou mais uma incursão no cinema ao participar no filme de Harold Ramis, Club Paradise, onde contracenou com o ator norte-americano Robin Williams. Em 1999, depois de uma pausa de cinco anos, Jimmy Cliff lançou o álbum Humanitarian, onde volta a fazer uma aproximação à música pop, apresentando nomeadamente uma versão de "Ob-La-Di, Ob-La-Da" dos Beatles. Em dezembro desse mesmo ano, o cantor jamaicano fez, ao vivo e para a televisão, um dueto inesquecível com Tracy Chapman do tema "No Woman No Cry" no tributo realizado a Bob Marley, o expoente máximo do reggae. O músico nunca deixou de compor e regressou aos estúdios para gravar Sunshine in the Music, editado em 2003. A banda de suporte para a digressão deste álbum, os Oneness, já trabalham com Jimmy Cliff desde 1981.  Teve várias participações especiais em seus discos,como por exemplo,The Wailers,no disco Brave Warrior de 1975,e o renomado e saudoso baixista Jaco Pastorius no disco Cliff Hanger de 1985..  Seu melhor disco,segundo os apreciadores do reggae roots é o álbum Give the People What They Want ,de 1981,que contou com Sly e Robbie e vocalistas do Black Uhuru..  Jimmy Cliff continua ainda na ativa,gravando,ou excursionando com sua banda Oneness..
-------------------------------------------------
DISCOGRAFIA
Hard Road to Travel (1968)
Jimmy Cliff (1969)
Wonderful World, Beautiful People (1970)
Another Cycle (1971)
The Harder They Come (1972)
Unlimited (1973)
Struggling Man (1974)
House of Exile (1974)
Brave Warrior (1975)
Follow My Mind (1975)
In Concert: The Best of Jimmy Cliff (1976)
Give Thanx (1978)
I Am The Living (1980)
Give the People What They Want (1981)
Special (1982)
The Power and the Glory (1983)
Cliff Hanger (1985)
Club Paradise (1986)
Hanging Fire (Março 1988)
Images (Outubro 1989)
Save Our Planet Earth (1990)
Higher and Higher (1998)
Humanitarian (1999)
Fantastic Plastic People (2002)
Black Magic (2004)
------------------
fontes:
http://www.infopedia.pt/
http://pt.wikipedia.org/

Nenhum comentário: