Translator

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sábado, janeiro 14, 2012

O REGGAE NA ÁFRICA DO SUL












--------------------------------------------------------------------
A música na África do Sul sofreu várias mudanças.A mudança mais durável, entretanto, pode ter sido a importação do reggae da Jamaica. Depois que a estrela mundial internacional Bob Marley fez um concerto para comemorar a independência do Zimbabwe em 1980,o reggae ganhou um impulso enorme através da  África. ...
Lucky Dube estava como o primeiro e principal artista do reggae sul- africano; seu estilo foi modelado mais próxima naquele de Peter Tosh. Nos anos 1990,Lucky Dube era um dos artistas mais bem vendidos da história sul-africana, especialmente seu álbum ´´Slave´´,de 1990.
 Lucky Dube nascieu em Ermelo, anteriormente Transvaal oriental, agora de Mpumalanga, em 3 de Agosto de 1964. Seus pais separaram antes de seu nascimento e foi criado por sua mãe, Sarah, que nomeou Lucky Dube porque considerou seu nascimento afortunado após um bom número de gravidez falhadas. Junto com seus dois irmãos, Thandi e Patrick, Dube gastou muita de sua infância com sua avó, quando sua mãe ia trabalhar. Foi lá daquela vez que foi introduzido à religião Mormon.
 Mais tarde conheceu a música africana,gravou alguns álbuns da música Mbaqanga e Afrikaans,até descobrir o reggae.Inspirado pelo reggae jamaicano,Bob Marley,Jimmy Cliff e especialmente o militante Peter Tosh,Dube sentiu que as mensagens sócias-político associadas com o reggae jamaicano eram relevantes a uma audiência sul-africana em uma sociedade institucionalmente racista,já que a África do Sul nessa época ainda sofria bastante(e ainda sofre,mais moderadamente) com o desprezível regime do Apartheid. Lucky Dube então decidiu tentar um gênero musical novo e aderiu ao reggae jamaicano, e em 1984, liberou o mini álbum ´´ Rastas Never Die´´O registro vendeu mal ,ao redor de 4000 unidades ,em comparação com as 30.000 unidades que seus registros de Mbaqanga venderiam. Afiado para suprimir o ativismo anti-apartheid, o regime do Apartheid proibiu o álbum em 1985. Entretanto, Dube não ficou desanimado e continuou a executar as trilhas do reggae ao vivo e escreveu e produziu um segundo álbum de reggae, Think About the Children ,também em 1985. Conseguiu o status de vendas de platina e estabeleceu Lucky Dube como um artista popular do reggae na África do Sul, além da atração da atenção do resto do mundo..
  No ano de 1988, foi lançado o disco "Together As One". Disco esse que trouxe, na faixa-título, uma letra baseada na situação da África do Sul. A letra pedia a união e a harmonia racial entre negros e brancos da África do Sul.
Lucky cai na estrada novamente e se apresenta para multidões de mais de 65.000 expectadores.
 Em 18 de outubro de 2007, Dube foi assassinado no subúrbio de Joanesburgo, em Rosettenville logo após ter largado dois dos seus sete filhos e seu tio em suas casas. Dube estava dirigindo seu Chrysler 300C, que os assaltantes perseguiram. Os relatórios da polícia sugerem que ele foi morto a tiros pelos carjackers. Cinco homens foram presos com ligação com o assassinato. Três homens foram julgados e considerados culpados, em 31 de março de 2009, dois dos homens tentaram fugir e foram capturados. Os homens foram condenados á prisão perpétua. Ele deixou sua esposa, Zanele, e sete filhos.
Sua banda de apoio,The Slaves,também tinha uma carreira solo paralela e lançou vários álbuns como ´´Kneel Down´´ e ´´Slaves Greatest Hits´´ e ´´Talking Reggae´´liderado pelo tecladista e vocalista Thuthukani Cele.Depois da morte de Dube se reuniram novamente, e hoje em dia são conhecidos como One People Band,e fazem shows em tributo a Dube ,tocando suas músicas;a filha dele Nkulee Dube também canta com o grupo,e numa carreira solo. Nkulee possui uma voz forte com um tom melódico bonito natural.
Um grupo de reggae de Free State da África do Sul chamado O´Yaba igualmente emergeu durante este período. Suas canções de sucesso mais conhecidas são Tomorrow Nation, Paradise e Love Crazy..A banda do reggae O' Yaba foi dada forma no final dos anos 1990s em Welcom,área da África do Sul. Se originou da fusão de grupos anteriores como Sabela e Comedy. O significado no suaíli de O' Yaba  quer dizer “canção de paz da África” .Foi dado forma em 1989 e tornou-se legendário pelo seu estilo clássico de reggae africano.Os músicos são:Botiki Letsie na bateria,Tsietsi Koetle no baixo,Edward Mphantsang na percussão e backing vocais,Tshidiso Fako nos vocais de ligação,Andrew Dlamini no piano elétrico e backing vocais e Bernard Themba e Sidney Makoni nas guitarras rítmica e solo e backing vocais,além de convidados como Alphaeus Mynandu na bateria e Neil Kuny na percussão.
Suas canções de sucesso mais conhecidas são ´´Tomorrow Nation´´, ´´Paradis´´e ´´Love Crazy.´´..
Lançaram também ótimos álbuns como The Game Is Not Over em 1992 e One Foundation em 1994.
Harley and The Rasta Family, uma muito boa banda sul-africana de reggae também,uma das pioneiras, liderada pelo cantor de ligação Colbert Mukwevho.Colbert liberou um álbum novo quente ´´Mulovha, Namusi na Matshelo´´.
  Os anos 1990 igualmente consideraram o movimento jamaicano da música ragga, um estilo eletrônico que foi mais influente no kwaito ( música sul africana do hip-hop) do que o reggae.
Agora o reggae tornou-se completamente popular na  África do Sul e havia igualmente um cantor de KwaZulu-Natal, Sipho Johnson conhecido como ´´Jumbo´´ que deu como os gostos de Lucky Dube no início da carreira completamente um susto,um grande impacto.
Um outro artista local sul-africano do reggae é Rastaman Nkushu,ótimo na sua viagem musical.
 A universidade de Venda em Limpopo foi onde Nkushu desenvolveu o amor pela música reggae no ano de 2000.Não foi surpresa vê-lo cair de amor pela música reggae em Venda porque há muitos artistas da reggae nesta área, artistas como Colbert Mukwevho e Ntshenge são de lá, e talvez ele teve a influência destes indivíduos.
Outros artistas do reggae Sul-Africano são Joseph ,Branch ,Lennox T and The Stepchildren, ,Bloodlines,Jam Band, The Moonlights,JC Cool,Bushman,Jungle Roots e outros,igualmente existem bastante sound-systems de reggae na África do Sul,especialmente em Joanesburgo..

Nenhum comentário: